Monthly Archives: Setembro 2014

A Capoeira na Música Popular Brasileira: Berimbau

          Berimbau

       Voltamos esse mês com a nossa Coleção: capoeira na música popular a todo vapor e com um participante de peso, Vinícus de Moraes. Lançada em 1971 em parceria com Toquinho, “Berimbau” é nossa mais nova integrante.

       Vinícius traz  para a capoeira a questão do amor, e a disputa de um amor que pode levar a uma luta de vida ou morte. O molejo e a malemolência do capoeirista são bem representados por Vinícius tanto na melodia da música quanto na sua letra. Com Vinicius a capoeira galga mais um passo para sua inserção em uma parcela da sociedade que admirava suas músicas, a capoeira deixa de pertencer somente ao mundo do samba e passa a ser integrante da Bossa Nova e MPB.

         O compasso melódico criado para a música nos dá asas para sentir e ver através do que ouvimos na música, aquela ginga característica do capoeirista que tanto fez parte do imaginário da sociedade ser perceptível e palpável. Vinícius dá o toque poético para o jogo da capoeira que faltava para consolidar a capoeira como parte integrante de nossa sociedade.

           O capoeirista de Vinícius também não cai, e se cai “cai bem” como vemos na letra. A música de Vinícius nos abre um leque para discussão por ser mais uma a falar dos sentimentos do capoeira, essa figura que por muito tempo foi temida e por muitos odiada. A música não só a de Vinícius, mas a maioria das que foram apresentadas pelo Itan Òbe mostram esse sentimentalismo latente no capoeira que poderemos explorar em discussões futuras.

      Berimbau é mais um marco de afirmação da capoeira que dentre as esferas musicais nos tem se mostrado o quanto é maleável e perfeitamente pertencente aos variados universos musicais, do Samba ao Samba enredo, da Bossa Nova ao Tropicalismo a capoeira tem estado presente.

          Não nos esqueçamos de um dado bastante importante a ser considerado, a afirmação cultural que o Brasil passava no período de produção da maioria destas composições, que compreendem as décadas de 60, 70 e 80 do século XX, foram períodos de intensas lutas políticas e de uma construção e produção cultural totalmente novas no Brasil.

Categories: Postagens | Etiquetas: , , , , , | Deixe um comentário